Conselhos de Utilização

Tópicos - AFG Produtos Alimentares Tópicos - AFG Produtos Alimentares Tópicos - AFG Produtos Alimentares

Tópicos

A oliveira pode alcançar mais de 1200 anos de vida começando a produzir azeitonas a partir do quinto ano.

  • São necessárias 5 a 6 Kg de azeitonas para produzir 1 litro de azeite
  • É o único óleo vegatal que pode ser consumido logo após a extracção 100% natural
  • Composição:
    • 95% - 99% gordura
    • 1% - 5% outros componentes responsáveis pela cor, cheiro e sabor
  • A decisão sobre o tipo de azeite a comprar deve basear-se no AROMA e no SABOR e não no seu grau de acidez
  • A Cor do azeite não é relevante para avaliação da sua qualidade
  • O grau de acidez do azeite tem muito pouco ou mesmo nada a ver com o seu cheiro ou sabor. A acidez está relacionada com a quantidade de acidos não gordos que o azeite contém e também com a variedade e o grau de maturidade das azeitonas aquando da sua colheita.
  • O azeite é um produto natural. não melhora com o tempo, assim é recomendável que seja consumido o mais rapidamente possível. Quando bem condicionado pode conservar-se sem perder as suas caracteristicas ao longo de 18 meses após a extracção.
  • O azeite deve ser colocado em recipientes de vidro de preferencia escuro ou de lata, deve ser mantido em lugares frescos, escuros e longe de produtos com cheiros intensos de forma a evitar a absorção de outras caracteristicas.
  • Quando em contacto com temperaturas baixas o azeite pode solidificar, contudo retomando a temperatura ambiente, retoma o seu estado normal, sem perder as suas propriedades.
Azeite e Alimentação - AFG Produtos Alimentares

O Azeite e a Alimentação

O tipo de azeite a usar tem a ver com o cozinhado:

  • Azeite Extra Virgem: Cru, para temperar ou finalizar prato
  • Azeite Virgem: Quando requer alguma cozedura
  • Azeite Refinado: Para fritar ou submeter a temperaturas mais elevadas
Utilização do Azeite - AFG Produtos Alimentares

Utilização:

  • Cru: Conserva as propriedades condimento de salada, sopa, molhos...
  • Guisados: mantêm sabores e aromas - recipiente fechado
  • Assados: estabilidade do azeite a temperaturas altas é indicado animais com 4 patas
  • Grelhados: adicionar quando estiver cozido, brasa fraca
  • Fritura: características não se alteram a menos de 220º. Mantêm sabores e aromas - recipiente fechado
Aplicação do Azeite - AFG Produtos Alimentares

Aplicação

  • Vegetais: Azeite com sabor a verde
  • Carnes: temperar com azeite picante
  • Massas: azeites macios e doces
  • Pratos leves: Azeite amendoado
  • Molhos: "maionese" - azeite suave
  • Pastelaria: azeite leve e neutro

Os azeites mais leves e doces são mais próprios para usar em saladas, legumes e carnes brancas. Os azeites mais acentuados devem ser usados em carnes vermelhas e cozidos. O azeite pode ser usado como substituto na confecção de bolos. O azeite é o ideal para fritar. Em condições de temperatura adequadas, sem deixar aquecer demasiado, não sofre nenhuma modificação estrutural substancial e guarda o seu valor nutritivo melhor do que outros óleos, não só por causa dos antioxidantes mas também devido aos seus altos níveis de ácido oleico. O seu ponto máximo de aquecimento (210º C), que é substancialmente mais alto do que a temperatura ideal para fritar os alimentos (180º C).

Como Provar Azeite - AFG Produtos Alimentares

Como Provar

Forma Semi-Profissional de Provar o Azeite:

  • Verta cerca de 15ml de azeite para um copo
  • Tape de imediato o copo com a mão
  • Ponha a outra mão na base do copo, para aquecer um pouco o azeite. 28ºC é a tempertatura ideal de prova, permitindo a libertação dos componentes de cheiro e sabor
  • Mova ligeiramente o azeite no interior do copo
  • Destape e inspire suave e lentamente
  • Volte a tapar o copo de prova e esperar um pouco
  • Engula uma pequena porção de azeite - deixe percorrer toda a cavidade bucal e descer até à garganta
  • Durante a prova e com o azeite na boca, é importante respirar algum ar
  • Entre provas sugerimos que beba água e coma uma pequena porção de maçã, não sendo aconselhável que prove mais de 3 azeites sucessivamente

Degustação

Após classificação todos os atributos são desenhados e verifica-se a harmonia, através da pontuação * pouco complexo, harmonioso e complexo.

Atributos Positivos

  • Frutado – diversidade de notas aromáticas de frutas frescas quer no azeite verde, quer no maduro
  • Frutado Maduro - Quando as sensações olfactivas lembram as dos frutos maduros
  • Frutado Verde - Quando as sensações olfactivas lembram frutos verdes
  • Amargo – caracteristica dos azeites obtidos de azeitonas verdes. Esta característica é sentida com mais intensidade na língua
  • Picante – uma ligeira sensação picante é característica dos azeites produzidos no inicio da estação ou feito com recruso a diferentes variedades de azeitonas. Sente-se um pouco por toda a boca e especialmente na garganta
  • Maçã – notas de aroma e de sabor a maçãs, Sabor agradável do azeite sem ser doce, no qual predominam os atributos amargo, adstringente e picante
  • Amêndoa – sabor semelhante aos das amêndoas e outros frutos secos
  • Erva – aroma que se parece com o cheiro de erva acabada de cortar
  • Folhas Verdes – Sabor caracteristico que se obtém em azeites produzidos de azeitonas verdes ou azeitonas misturadas com algumas folhas
  • Doce – Sabor agradável associado aos azeites que não são amargos nem picantes

Aroma

O aroma do azeite deve ser frutado, fresco e não deve indicar a presença de defeitos como ranço ou mofo. O seu gosto deve ser frutado e pode conter outros aromas como o de ervas, plantas ou pasta de azeitona, pode ainda conter alguns traços importantes, tais como gosto amargo ou levemente picante.

Normalmente os azeites mais verdes tem aromas e sabores mais frutados. Elementos como sabor metálico, avinagrados ou acidez perceptível são factores negativos ao paladar e indicam um azeite de baixa qualidade.

Cor

A cor do Azeite não está diretamente relacionada com o seu sabor e aroma. Um Azeite verde provém da prensagem de azeitonas ainda verdes, enquanto que um Azeite dourado provém da prensagem de azeitonas maduras.

Benefícios do Azeite - AFG Produtos Alimentares Benefícios do Azeite - AFG Produtos Alimentares Benefícios do Azeite - AFG Produtos Alimentares

Benefícios do Azeite

  • O azeite tem propriedades analgésicas e anti-inflamatórias
  • Quatro colheres de azeite conferem o equivalente a cerca de 10 por cento da dose de ibuprofeno recomendada para alívio das dores num adulto
  • 75% da azeitona é ácido oleico, uma gordura monoinsaturada que consegue baixar os níveis de colesterol no sangue
  • O azeite reduz a quantidade de LDL (mau colesterol) do organismo, reduzindo assim, através do seu consumo frequente, o risco de enfarte ou AVC
  • O consumo de azeite previne oxidações biológicas e reduzem a formação de radicais livres – os responsáveis pelo envelhecimento, e doenças degenerativas, como o cancro por exemplo
  • O azeite melhora a circulação sanguinea
  • É a mais digestiva das gorduras. Absorvido antes de uma boa refeição protege as mucosas do estômago e protege-o contra as úlceras. Actua nas doenças das vias biliares e da vesícula
  • Mercê do seu ácido oleíco (que se metaboliza facilmente) é uma excelente fonte de energia, inclusive para um coração doente
  • O Azeite, pelo seu alto teor em ácidos gordos monoinsaturados, é também aconselhado na diabetes, influenciando positivamente os valores de açúcar e gordura no sangue
  • A nível ósseo, favorece a mineralização, estimulando o crescimento e favorecendo a absorção do cálcio